Seja Bem Vindo, agora são:, do dia:
Ministérios
Bíblia
Entretenimento
Estudo Bíblico

Vitória Financeira

Pv 3.9,10 – O primeiro passo para a vitória financeira é saber que a vontade de Deus é fazê-lo próspero; o segundo é conhecer a promessa de Deus e agir de acordo com elas pela fé. Entretanto, tomar posse das bênçãos prometidas por Deus não basta para a vitória financeira,você deve dar o terceiro passo que é honrar a Deus com os seus bens (aquilo que Deus lhe deu). Aqueles que não honram a Deus com o que possuem, não desfrutam também das suas promessas. Seja qual for a sua renda mensal, ou o valor de seus bens, Deus espera que você o honre com isso. Deus prometeu não apenas suprir nossas necessidades, com também nos abençoar com fartura e abundância (v 10). Quando deixamos de viver de acordo com a vontade de Deus no tocante às finanças, abrimos a porta para que Satanás nos ataque. Honrar a Deus com o nosso dinheiro (dízimos e ofertas) é receber a provisão sobrenatural, ser próspero e abençoado. Reter as nossas finanças, é deixar de receber as bênçãos prometidas. Dt 6.10-12 – muitos cristãos enchem-se de orgulho por causa das riquezas que possuem, achando que conquistou com o seu próprio esforço e sabedoria; Esquecem-se que é Deus quem dá forças para adquirir riquezas. (Dt 8.18) Esquecer-se da fonte de suprimento é uma das atitudes espirituais mais perigosas para o cristão. Isso o levará ao afastamento de Deus e à escravidão financeira. Lembrar-se de que Deus é a fonte de nosso suprimento é a chave para viver na abundância e na prosperidade. II Cr 26.5-16 - Uzias, rei de Judá prosperou enquanto buscou a Deus. Foi tão vitorioso que a sua fama espalhou-se até muito longe. Era tão poderoso que os seus inimigos, com medo dele, davam-lhe presentes. Enquanto buscou o Senhor, Deus o fez prosperar. Depois que se tornou poderoso e próspero, esqueceu-se de que Deus fora a sua fonte de suprimento e ao contrário, encheu-se de orgulho e auto-suficiência e impulsionado por esse orgulho, ousou entrar no Templo para queimar incenso no altar (esta função era dos Sacerdotes). II Cr 26.16-21 – Como resultado desse pecado contra Deus, ficou leproso enquanto ainda estava perto do altar do incenso. Em um só dia, o rei Uzias deixou de ser próspero, poderoso e famoso, para tornar-se apenas um leproso. Ele foi retirado da casa do Senhor e morreu leproso. Em vez de desfrutar a abundância que Deus lhe concedera, morreu da terrível doença. A auto-exaltação, o orgulho e a auto promoção, trazem impureza ao altar. Quando um pastor ou um líder cristão se exalta acima de Deus e passa a confiar nas próprias habilidades, em vez de depender da unção e da força de Deus, ele está pecando contra o Senhor e trazendo impureza para o altar onde ministra. A menos que se arrependa e seja lavado de seu orgulho e da auto-exaltação, o juízo de Deus virá sobre ele. Deus prometeu transferir as riquezas dos ímpios para as mãos dos justos. Entretanto, deve haver primeiramente uma purificação dos altares da Igreja. Js 1.7,8 – Após a morte de Moisés, quando os israelitas se preparavam para atravessar o Jordão, Deus colocou uma poderosa chave de prosperidade nas mãos de Josué. Deus ordenou que ele guardasse os Seus mandamentos e não se desviasse nem para a direita e nem para a esquerda; não deixasse de falar do Livro da Lei e meditasse de dia e de noite. Deus disse a Josué que se ele obedecesse, os seus caminhos prosperariam e ele seria bem sucedido. Josué obedeceu a tudo o que o Senhor havia ordenado (11.15), e como resultado, conduziu os israelitas para a vitória. Deus entregou a Terra Prometida aos filhos de Israel com todos os despojos de guerra e cumpriu todas as promessas que lhes fizera (11.14). A principal chave para tomar posse das promessas divinas de prosperidade é a obediência. Quando você alinhar a sua vida de acordo com a Palavra e andar em obediência a Deus, você prosperará e será abençoado! II Cr 20.20 – Os filhos de Israel prosperaram e colheram as bênçãos prometidas depois que agiram em obediência ao que o Senhor anunciara por meio de seus profetas. Deus usou os profetas para advertir, orientar, disciplinar e repreender, para chamar o povo ao arrependimento e para revelar a Sua vontade. Os líderes que também querem ser bem sucedidos, devem agir da mesma forma: ouvir e obedecer seus profetas. Am 9.13 – Deus prometeu abençoar o trabalho de suas mãos de forma que a ceifa e o tempo de arar irão sobrepor-se. Deus aumentará tanto o que você semeou no Reino que haverá grande abundância em sua vida. As sementes que você plantar se multiplicarão e germinarão tão rapidamente que a ceifa começará assim que a semente for plantada. A colheita das bênçãos de Deus em sua vida será tão grande que durará até o tempo de semear. Não apenas as suas necessidades serão supridas, como também, Deus aumentará o que você semeou no Reino para que você possa semear mais. Assim como Deus desejava a prosperidade da nação de Israel, Deus quer fazer o seu povo prosperar hoje, a fim de que possamos cumprir a missão de evangelizar as nações da terra. Mt 7.7-12 – Jesus nos mostra que se sabemos dar boas dádivas aos nossos filhos, muito mais nosso Pai Celeste dará coisas boas àqueles que pedirem. Relembremos as 6 verdades que nos permitem alcançar a prosperidade que Deus planejou para nós: 1 – É a vontade de Deus nos fazer prosperar 2 – Devemos conhecer as promessas de Deus e tomar posse delas, com fé 3 – Temos de honrar a Deus com tudo que possuímos 4 – É preciso lembrar que Deus é a fonte da nossa provisão 5 – Devemos encher o coração e a mente com a Palavra de Deus e ser obedientes a ela 6 – Precisamos pedir com fé, crendo que receberemos

Autor: Pr Rogério

 Copyright © Comunidade do Evangelho Pleno | Todos os Direitos Reservados