Seja Bem Vindo, agora são:, do dia:
Ministérios
Bíblia
Entretenimento
Estudo Bíblico

Quem é Jesus

Ele é o único homem que nasceu desta forma e Deus pondo a semente na barriga de Maria (Mateus 1:18; Lucas 1:35). Deus colocou a semente perfeita na barriga de Maria de maneira que Jesus foi nascido sem pecado natural que todos outros ser humano sucedeu como herdeiro do primeiro Adão. Portanto, Jesus é o Filho unigênito de Deus (João 3:16) e o Filho de Homem (João 5:27).

Ele é o único homem que é chamado “o ultimo Adão” (I Corintios 15:45). Como o Filho unigênito de Deus, Jesus foi equivalente genésico ao primeiro “ Filho de Deus.” Adão (Lucas 3:38). Como o único homem nascido sem pecado natural (inato), Jesus é o único homem que foi equipado de ser o Salvador e o Redentor de toda humanidade. Romanos 5:12-21 é a comparação clássica destes dois Adãos e o impacto relativo que tinha em toda humanidade.

Ele é o único homem que tinha a fé perfeita em Deus, e pela sua liberdade escolheu confiar à Deus, viveu uma vida sem pecado, sempre fazendo a vontade do seu Pai (João 8:29). Jesus não foi um robô, programado sempre obedecer à Deus. Se é assim, ele não podia tem sido tentado do pecado, e ele veio salvar todos os homens (Heb. 4:15). A ausência do pecado natural não foi a razão porque Jesus não pecou. Sabemos que porque o primeiro Adão também não tinham o pecado natural, e ele pecou regiamente.

Ele é o único homem que morreu Como o perfeito sacrifício pelos nossos pecados (Heb.10:12-14; 1 João 4:10). O Cordeiro de Deus, Jesus foi “generosamente” o sacrifício perfeito para o pecado da humanidade. Por ser vitalício, obedeceu a Deus, até na cruz, ele tornou-se sacrifício perfeito na sua “conduta” para os pecados da humanidade (Heb. 2:17). Portanto, ele foi a propiciação completa para os homens cansado para serem resgatado.

Ele é o único homem que Deus o ressuscitou dos mortos a fim de confirmar que ele foi quem ele tinha dito que ele é o Filho de Deus (Atos 17:31; Romanos 1:4). A ressurreição de Jesus Cristo foi Deus que guardou a sua promessa no seu Filho, e também Deus confirmou a todos homens que Jesus é “….o caminho, e a verdade, e a vida….” (João 14:6).

Ele é o único homem cujo Deus exaltou como “Senhor” e é “a Cabeça da Igreja”, cujo Deus tem dado toda poder (autoridade} no céu e na terra (Daniel 7:13-14, Filipenses 2:9; Atos 2:36; Efesios 1:22; Mateus 28:18). Como Farão exaltou José na sua mão direita e dei lhe toda autoridade no Egipto (Gen. 41:37-46), assim que Deus tem dado também a Jesus a igualdade funcional com ele mesmo.  Jesus Cristo está agora na mão “direita de Deus” (Efesios 1:20), levando a cabo o trabalho que restaurará eventualmente este mundo corrompido.

Ele é o único homem que é o Mediador entre Deus e a humanidade (I Timóteo 2:5). É este Jesus que Deus tem dado o poder de “salvar perfeitamente” os que clamam o seu nome porque ele está sempre a interceder para nós. (Heb. 7:25).

Ele é o único homem que juntará todos Cristãos com ele “nos ares” (1 Tessalonecenses 4:17) e vai dar a cada um, um novo corpo igual à ele (Filipenses 3:21). Como a “semente” da mulher prometida (Genesis 3:15), Jesus Cristo produzirá o fruto depois da sua natureza, as pessoas viverão para sempre.

Ele é o único homem que um dia virá na terra, para destruir toda malícia (e eventualmente para destruir satanás e os seus anjos), e reinará na terra como Rei durante mil anos (Apoc. 19:11-20:7). Na sua primeira vinda na Terra para Israel, Jesus foi o cordeiro sacrificial de Deus, mas ele vira de novo como o Leão de Judá para salvar o seu povo, Israel, e destruiu todos os inimigos de Deus.

Ele é o único homem que ressuscitará dos mortos todo ser humano que tem vivido (João 5:21 e 25). Como Deus tem dado “nele a vida,” é assim que ele vai ressuscitar todo mundo.

Ele é o único homem que julgará todos homens e mulheres (João 5:22 e 27). Jesus julgará todo mundo corretamente para conceder a vida eterna para aqueles que merecerão isso, e aniquilando todo demônio (Atos 17:31; João 5:28 e 29).

Ele é o único homem que restaurará a nova terra do paraíso que o primeiro Adão perdeu (I Corintios 15:24-28). Como “o último Adão,” Jesus foi o plano contingência de Deus para salvar o seu plano original que impediu Adão desobedecer, isto é, as pessoas vivem uma raça perfeita para sempre numa terra perfeita.

Ele é o único homem que é o nosso Salvador, o nosso redentor, o nosso Mediador, o nosso Senhor, o nosso companheiro constante, o nosso melhor amigo, o nosso Irmão mais velho, a luz da nossa vida, a nossa paz, o nosso gozo, e a nossa guia na arte da fé.

Ele é o nosso querido para as nossas almas, e é por isso que lhe amamos e lhe confessamos como Senhor (Romanos 10:9).



Autor: Pr. Rogério

 Copyright © Comunidade do Evangelho Pleno | Todos os Direitos Reservados